7 Perguntas cruciais para fazer antes de contratar um funcionário no varejo

7 Perguntas cruciais para fazer antes de contratar um funcionário no varejo

Na hora de contratar a expectativa não é apenas do candidato à vaga. Quem contrata também está tomado por uma sensação de esperança, tamanha a vontade de acertar. Afinal, o gestor ou proprietário da empresa vai dedicar um tempo precioso analisando perfis e ouvindo pessoas. É trabalhoso e há custos envolvidos, por isso é preciso ser eficiente.

Mas antes de pensar sobre o que perguntar, é indispensável que você faça uma pergunta a si próprio: o que eu quero descobrir sobre o candidato? Se você não tiver uma resposta exata para essa pergunta, suas entrevistas não terão foco não e revelarão qual é o candidato certo.

Minha lista

Então o primeiro passo é fazer a lista sobre o que você quer descobrir. Pense na posição que o candidato vai ocupar e liste as características técnicas e comportamentais que são necessárias. As questões técnicas são muito particulares para cada tipo de atividade, então vamos nos deter aqui nas comportamentais.

Comportamento

Como você, muito provavelmente, domina a operação da sua empresa é tentador preocupar-se mais com as questões técnicas e subestimar as comportamentais. Lembre-se que colaboradores contratados apenas por boas qualidades técnicas, em geral, são desligados por comportamentos inadequados. Então, na sua lista, dê muita atenção a esse ponto.

Então, o que você quer descobrir sobre o candidato? Provavelmente entre suas respostas estão itens que revelam um pouco da personalidade, como:

. É proativo?
. É engajado?
. É comprometido?
. É integrado?
. Como lida com a necessidade de resolver problemas?
. Tem personalidade própria ou será contaminado por um comportamento inadequado para se adequar a um grupo?
. Os interesses e valores dele e da empresa vão convergir?

Perguntas

Não estamos tratando aqui de ciências exatas. Logo, é preciso ler nas entrelinhas e perceber durante as respostas as informações que revelam se o candidato atende ao que você quer. Também é muito importante identificar aquilo que você não quer.

Com isso em mente, use as questões abaixo para permitir que o candidato se exponha e fique atento ao que ele revela:

  1. O que você mais gosta de fazer no seu tempo livre?
  2. Por que você quer trabalhar aqui?
  3. Em 10 anos, onde você quer estar profissionalmente?
  4. O que você fez profissionalmente até hoje que mais te deu satisfação e por quê?
  5. Qual foi o grande acerto da sua vida profissional até aqui?
  6. Qual foi o grande erro da sua vida profissional até aqui?
  7. O que de melhor você pode trazer para essa empresa?

A pergunta dele

Permita e estimule que o candidato faça perguntas sobre a empresa. Isso vai revelar o quão interessado ele está em fazer parte do time ou se essa oportunidade é apenas mais uma entre tantas outras.

Momento de troca

No fundo, o momento da entrevista deveria ser uma troca informações. A empresa revela o que faz e o que espera do candidato, e ele, por sua vez, demonstra como poderá contribuir para a equipe. Esse processo de conhecimento mútuo é muito importante, e para discutir este e outros temas ligados ao varejo, a ACIC promove o Retail Conference, o fórum de varejo da ACIC, que neste ano tem como tema “O novo DNA do Varejo”. Clique aqui e sabia como participar.

WhatsApp chat